terça-feira, 5 de Outubro de 2010

Mambas iniciam hoje preparação para o jogo com Ilhas Comores


O primeiro dos cinco treinos programados para o estágio em Nairobi terá lugar hoje, às 16h00 locais

Durante três dias, a partir de hoje, os Mambas terão o seu “quartel general” em Nairobi, capital do Quénia, local escolhido pelo seleccionador nacional, Mart Nooij, para traçar a estratégia para o embate diante das Ilhas Comores, aprazado para próximo sábado, 9 de Outubro.

Isto porque a palavra de ordem é manter elevados os níveis de concentração dos jogadores, e havia igualmente a necessidade de manter o grupo de trabalho “longe da pressão que tem sofrido e de tudo o que possa ser negativo para a selecção nacional”, explicou Mano-Mano, seleccionador nacional-adjunto, momentos antes dos Mambas partirem para Nairobi.

O primeiro dos cinco treinos programados por Mart Nooij terá lugar hoje, às 10h00 locais, para no período da tarde o combinado nacional voltar ao trabalho, num piso sintético.

Em relação à escolha de Nairobi como local para o estágio dos Mambas, Mano-Mano, seleccionador nacional-adjunto, começou por dizer que “existe lá (Nairobi) o mais importante, que é o relvado sintético”.

O técnico disse, ainda, que “aquela zona é perto das Ilhas Comores e apresenta facilidades em termos de ligações para os atletas que vêem dos campeonatos europeus”, pois “A maior parte dos jogadores que estão a jogar na Europa tem tido problemas com os voos. Nairobi é uma boa cidade para juntar todo o pessoal. A equipa técnica olhou para esse aspecto”.

Portanto, “posso garantir que estão criadas todas as condições para prepararmos o jogo com as Ilhas Comores e, sobretudo, conseguirmos um bom resultado”, notou Mano-Mano, que há dias esteve em Nairobi para se inteirar das condições logísticas naquele ponto para acolher os Mambas.

Ainda assim, há o sentimento de que este jogo vai ser difícil para a selecção nacional, que não pode perder mais pontos, sob o risco de se atrasar na luta pela qualificação para o CAN-2012, certame a ser organizado conjuntamente por Gabão e Guiné-Equatorial.

Bom, vai ser um jogo difícil. Vamos jogar fora, mas nós temos uma equipa para chegar lá competir, quer dizer, para conseguir um bom resultado”.

Porém, não há registo de um embate entre Moçambique e Ilhas Comores, daí que os Mambas partem para esta partida às escuras. “Até ao momento (altura em partiram para Nairobi) ainda não recebemos nenhuma informação do adversário. O importante é ter um grupo forte. Temos que manter o espírito de vencedores”, observou Mano-Mano.

1 comentário:

Anónimo disse...

tomara que os mambas facam sucesso