quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

FMB introduz Taça de Moçambique

Ilídio Caifaz, presidente da FMB (segundo da esq para dir.)
É JÁ no dia 7 de Março que arrancam as competições em todas as províncias do país. Esta é a indicação e a vontade manifestada pela Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB), que pretende fazer de 2009 um ano em cheio para os amantes da bola-ao-cesto.

Com efeito, está programada uma série de provas, entre nacionais e estrangeiras, com destaque a nível doméstico para a introdução da Taça de Moçambique em Seniores Masculinos, uma inovação da FMB que promete ser espectacular e emocionante, visto que envolverá equipas de variadas divisões da nata da bola-ao-cesto.

A nível internacional, destaque vai para a primeira edição do Campeonato Africano de Sub-16, evento que se realizará na capital do país entre 24 de Julho e 2 de Agosto.

De resto, os adeptos do básquete não poderão se queixar de não terem a oportunidade de assistir a jogos de primeira água, pois de 28 de Março a 4 de Abril, a cidade de Maputo será anfitriã da fase preliminar de acesso à fase final do Campeonato Africano de Seniores Masculinos, prova que nos últimos anos tem sido dominada por Angola.

Ainda na vertente internacional há que salientar a realização da Taça dos Clubes Campeões em femininos, competição em que o Desportivo é bicampeão. Porquanto os moçambicanos estão ávidos para verem as águias atacarem o tri em Outubro.

O Campeonato Mundial de Sub-19, em femininos, de Banguecoque, Tailândia, é outra que prova que estará no centro das atenções, isto entre 23 de Julho a 2 de Agosto, bem como os Jogos da Lusofonia e as Universíadas Mundiais, provas aprazadas para Julho.

O número de provas previstas para este ano enche de satisfação Ilídio Caifaz, presidente da FMB, mas ao mesmo tempo será uma boa dor de cabeça para o dirigente visto que terá que articular as provas nacionais com as internacionais, facto que tem criado alguns sobressaltos no plano de actividades.

Todavia, aquele dirigente falando ontem aos órgãos de comunicação social, no decurso de uma conferência de imprensa, mostrou-se despreocupado com esta situação: tudo está a ser articulado para que não haja qualquer tipo de falha. O programa das provas nacionais será idealizado de acordo com o plano de eventos internacionais.

Aliás, o presente ano será de carga também a nível de provas domésticas, se se atender que para além da introdução da Taça de Moçambique está prevista a realização do Festival de Iniciação de Sub-14, o Torneio da Independência em Juvenis e Juniores e o Campeonato Nacional de Selecções Provinciais em juvenis.

Imagem Corporativa da liga vodacom
Ainda a nível de provas nacionais, importa referir a realização da segunda edição da Liga Nacional de Basquetebol – Vodacom em seniores masculinos, prova que encheu de prestigio não só a referida modalidade como o desporto no geral. É uma das prioridades da FMB garantir mais uma vez o sucesso desta prova.

Ilídio Caifaz manifestou a vontade de ver, este ano, uma Liga semelhante, mas em femininos. Para o efeito diz ter feito alguns contactos à busca de patrocínios.

À margem destas competições, a FMB pretende desenvolver várias acções de formação que passam pela capacitação de treinadores de nível II da FIIBA.

A formação de comissários, árbitros e juízes é outra das actividades das inúmeras actividades programadas para este ano. É desejo de Ilídio Caifaz ver os árbitros renovarem as suas carteiras de árbitros internacionais.

MOÇAMBOLA-2009 - Muita ansiedade à volta da prova

MUITA ansiedade reina à volta do Moçambola-2009, cuja cerimónia de abertura terá lugar a 7 de Março na cidade de Tete, quando um dos representantes da província, o Chingale, receber o Maxaquene.

Técnicos e dirigentes das equipas participantes concertam posições à procura de tapar uma e outra lacuna que ainda sobra na equipa para não passarem por situações de lamentações já depois do evento ter começado.

Contudo, tudo parece já estar nos pontos, tal como afirmam o técnico do Desportivo, Artur Semedo, e os dirigentes do Maxaquene e do HCB, abordados pela nossa Reportagem. Ora vejamos a posição de cada um deles a propósito do arranque da prova.

Teremos um Desportivo vencedor - Artur Semedo
Teremos um Desportivo vencedor - Artur Semedo


CONTRA o FC Lichinga teremos um Desportivo vencedor. Estamos ainda a prepararmo-nos e até lá estaremos em condições razoáveis para começarmos o campeonato com uma vitória, Artur Semedo, treinador dos alvi-negros traçando boas perspectivas para o primeiro desafio do Moçambola.

Sobre o FC Lichinga, Semedo disse não ter conhecimento da sua maneira de jogar e sobre os jogadores já que tem um novo treinador. Não sei nada sobre o FC Lichinga, porque ainda não o vi jogar. Certamente que tem um novo modelo de jogo, visto que tem um novo treinador. Mas nos últimos anos tem-se apresentado muito bem e demonstrado ser equilibrado, frisou.

José Costa, presidente do HCB do Songo
Não será fácil - José Costa, HCB

COMEÇAR com a Liga Muçulmana é sempre muito difícil, pois é uma das equipas candidatas à conquista do título. Penso que o facto de jogarmos fora de casa dificulta ainda mais a nossa tarefa”, José Costa, presidente do HCB do Songo, comentando o sorteio que os colocou diante dos muçulmanos na primeira ronda.

No entanto, o dirigente refere que o HCB tem condições para surpreender a Liga, até porque, de acordo com ele, o grupo está forte.

“Viremos a Maputo para contrariar ao máximo o favoritismo da Liga e lutar pelos três pontos. É dessa forma que iremos encarar todos os jogos com elevado espírito de vitória”, frisou.

Samuel Maibasse, porta-voz dos “tricolores”
É um terreno tradicionalmente difícil - Samuel Maibasse, Maxaquene


VAMOS iniciar o campeonato num terreno muito difícil e que por tradição temos muitas dificuldades em ganhar.

Teremos que estar atentos por forma a corrigir os erros cometidos anteriormente e começarmos a prova a ganhar, afinal este é o desejo do Maxaquene, palavras de Samuel Maibasse, porta-voz dos tricolores comentando o sorteio que colocou o Chingale no caminho do Maxaquene pelo terceiro ano consecutivo.

Maibasse deposita muita fé numa boa prestação da equipa tricolor, que, de acordo com ele, está a realizar um início de época muito bom e por isso estão criadas as condições para ir a Tete superar o Chingale

“Mundial” de hóquei em patins : Criada comissão técnica para servir a selecção

À MEDIDA que se vai aproximando o Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins do Grupo A que se realiza em Vigo e Pontevedra, Espanha, cujo início está aprazado para 3 de Julho, criam-se condições para que a Selecção Nacional tenha uma preparação à altura de uma competição do género.

Criada comissão técnica para servir a selecção hoquei
É neste sentido que foi recentemente criada a comissão técnica que se encarregará de apetrechar a selecção dentro e fora de campo. O grupo é composto por nove elementos, onde se destaca a integração de Nazir Salé, o conceituado treinador de básquete, que desempenhará a função de preparador físico, e de José Barberas, treinador espanhol, indicado para programar os jogos da Selecção Nacional durante o estágio pré-competitivo de três semanas que efectuará no Centro de Alto Rendimento de Barcelona - Catalunha nas vésperas do Campeonato do Mundo.

José Barberas estará encarregue de auxiliar Pedro Pimentel, seleccionador nacional nos trabalhos de campo. Pedro Pimentel terá como treinador-adjunto Júlio Mungói.

No tocante à componente organizativa de programação preparatória foram indicados Sandro dos Santos e António Nabais, coordenador da selecção e director técnico, respectivamente. A este grupo junta-se José Carlos Pereira, que exercerá a função de conselheiro técnico. Completam o lote Abel Manhiça, massagista/fisiterapeuta, e Zefanias Taimo, roupeiro/mecânico.

Sandro dos Santos, coordenador da comitiva nacional, disse que a partida para o Centro de Alto Rendimento de Barcelona está prevista para o início de Junho, enquanto para Vigo será três dias antes do início da prova.

O dirigente afirmou que em Barcelona Moçambique realizará maior número de jogos possível por forma a ter um andamento competitivo em condições de participar num Mundial. Moçambique está incluso no Grupo A, juntamente com a Espanha, Angola e Colômbia.

Definido quarteto para o “regional” de corta-mato


FERNANDO Lucas e Betinho Gervásio, em masculinos, Sara Colasso e Mauana Elias, em femininos, são os atletas eleitos para participar no Campeonato Regional de Corta Mato em Seniores, a realizar-se no sábado em Port Louis, Maurícias, decidiu ontem a Federação Moçambicana de Atletismo.


Ficou assim assente que Fernando Lucas e Betinho Gervásio, ambos do Matchedje, vencedores do Campeonato Nacional de Corta-Mato no ano passado, em seniores e juniores, respectivamente, fossem os escolhidos para defender as cores nacionais.


Em femininos, Sara Colasso e Mauana Elias, campeãs nacionais em seniores e juniores, respectivamente, ficaram com a responsabilidade de representar o país. Ambas as atletas são provenientes da província de Manica, mais concretamente da Liga Muçulmana e Sport Clube do Chimoio.

Ficou ainda por indicar o seleccionador, sendo que os técnicos do Matchedje são os potenciais concorrentes.

A partida da equipa nacional está prevista para sexta-feira. Entretanto, a FMA aguarda que o Fundo de Promoção Desportiva disponibilize as verbas referentes à viagem. 

A Selecção Nacional procurará nas Maurícias limpar a má imagem deixada no ano passado na Zâmbia, onde ocupou a sétima posição sem nenhuma medalha.

A melhor participação foi em 2007, ano em que Moçambique subiu ao pódio após ter conquistado o terceiro lugar.

Participam na prova Moçambique, África do Sul, Maurícias, Zimbabwe, Angola, Namíbia, Botswana e Zâmbia.

Árbitros de futebol do norte capacitam-se em Nampula


INICIOU-SE segunda-feira, na cidade de Nampula, um curso de reciclagem dos árbitros que vão dirigir os jogos do Moçambola da presente época e não só, como aqueles que se filiaram nas comissões provinciais de árbitros da zona norte, incluindo a Zambézia, num total de 30.
 

Segundo Alfredo Chirindza, antigo árbitro e agora instrutor e representante regional da Comissão Nacional de Árbitros de Futebol (CNAF), o curso tem como objectivo capacitar alguns juízes por forma a melhorar o seu desempenho durante o campeonato. 

Entretanto, Chirindza aponta alguns constrangimentos na formação destes e outros árbitros que, apesar de demonstrarem a sua vontade e capacidade de aprender, se deparam com problemas de ordem logística, nomeadamente a falta de material didáctico. Porém, essas dificuldades poderão ser ultrapassadas durante a reciclagem, que durará quatro dias.

“O que nós queremos como instrutores é que os nossos colegas que estão no activo assimilem a parte técnica e a condição física, sem olharem para as dificuldades que estamos a enfrentar. Como pode observar, os árbitros provenientes do Niassa, Cabo Delgado, Zambézia e alguns distritos de Nampula, como Nacala e Angoche, vieram para a reciclagem às suas expensas”, anotou Alfredo Chirindza.

Campeonato Africano das Nações (CHAN): Zâmbia novamente frente a um colosso


A SELEÇÃO da Zâmbia vai, mais uma vez, no Grupo A, defrontar um colosso, o Senegal, desta feita para a segunda jornada do “Africano” das Nações (CHAN) para jogadores que actuam nos campeonatos internos.A outra partida de hoje também vai opor um representante da zona, a Tanzania, à anfitriã, Costa do Marfim.
 

A Zâmbia comanda o grupo com três pontos frutos da vitória folgada de 3-0 frente à Costa do Marfim, domingo, na abertura do evento. O Senegal, também com os mesmos pontos dos zambianos, conseguidos diante da Tanzania, segue em segundo, pelo que hoje se saberá quem é verdadeiramente forte nesta série. 

Já amanhã, para o Grupo B, a Líbia joga com o Gana e o Zimbabwe com a RD Congo. 

Eis os resultados da primeira jornada:

RD Congo, 2-Líbia, 0

Gana, 2-Zimbabwe, 2

Senegal, 1-Tanzania, 0

Costa do Marfim, 0-Zâmbia, 3

Ex-craque da NBA preso por excesso de álcool


CHARLES Barkley, antiga estrela da NBA, vai ter de cumprir pena de prisão, depois de se ter admitido culpado por conduzir sob influência de álcool. É o epílogo de uma história que fez correr rios de tinta nos Estados Unidos, até porque tinha pormenores picantes. Além do excesso de álcool, Barkley também passou um sinal de “Stop”, tendo depois explicado à Polícia que estava com pressa para praticar sexo oral, que lhe tinha sido prometido pela sua companheira no automóvel.  
 

O ex-jogador, que tem lugar no “Hall of fame” da NBA e fez parte da “Dream Team” norte-americana que maravilhou o mundo nos Jogos Olímpicos de 1992, sempre foi conhecido pelo seu estilo irreverente. 

Mas desta vez “Sir” Charles, como gosta de ser conhecido, terá ido longe demais. No incidente em causa, que ocorreu na noite de passagem de ano, Barkley recusou-se a soprar o balão, tendo a Polícia precisado de fazer um teste sanguíneo para apurar o nível de alcoolemia. 

Por causa de tudo isto, Barkley esteve dois meses afastado do seu cargo de comentador da NBA no canal TNT. Só voltou depois de um pedido de desculpas em directo. Agora, declarou-se culpado das acusações e terá que cumprir cinco dias de prisão, além de participar numa aula de educação sobre álcool.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

MOÇAMBOLA-2009 - Estamos preparados para o que der e vier!- reacção dos participantes ao Moçambola-2009

Imagem Corporativa do Moçambola
ESTÁ consumado: O Moçambola-2009, ou seja, o Campeonato Nacional de Futebol inicia no dia 7 do próximo mês. A rampa de lançamento escolhida é Tete, onde o Chingale recebe o Maxaquene, de acordo com o sorteio do passado sábado.

Os clubes (equipas) participantes, reagindo ao escrutínio, dizem-se preparados para o embate, até porque durante o defeso desdobraram-se a vários níveis à procura dos melhores reforços para esta prova, que se espera venha a ser bastante competitiva e desgastante. Vejamos como cada um dos participantes na prova máxima do futebol moçambicano reagiu ao sorteio

Queremos abrilhantar a festa com uma vitória - André da Silva, Chingale
Queremos abrilhantar a festa com uma vitória - André da Silva, Chingale


ALBERTO Simango Júnior, presidente da Liga Moçambicana de Futebol (LMF), confirmou sábado que a cerimónia oficial de abertura do Moçambola-2009 será em Tete no jogo que irá opor o Chingale ao Maxaquene.

O facto deixou entusiasmados os dirigentes do Chingale que consideram o embate frente aos “tricolores” de extrema importância, visto que uma vitória seria ouro sobre azul naquele que se pretende ser dia de festa na província de Tete.

André da Silva, secretário técnico do Chingale, reagindo ao sorteio, disse que quis o destino que saísse outra vez o Maxaquene, na primeira jornada, e afiançou que os tetenses estão preparados para abrilhantar a festa com uma vitória.

Penso que está destinado: defrontamos o Maxaquene na primeira jornada. Nas últimas três temporadas foi assim. Desta vez temos a vantagem de sermos nós a jogar em casa e vamos fazer de tudo para ganhar, disse, acrescentando que a equipa está bem. A espinha dorsal da equipa do ano passado manteve-se, o que é bom, pois não há muitos acertos a fazer. Estamos a trabalhar bem e estou em crer que temos condições para vencer o Maxaquene, anotou.

Procuraremo-nos redimir - Ângelo Gerónimo, Textáfrica
Procuraremo-nos redimir - Ângelo Gerónimo, Textáfrica

NAS últimas duas épocas defrontámos o Costa do Sol na primeira jornada e saímos derrotados. Procuraremos nesta terceira vez nos redimirmos, acreditando que é possível ganhar, Ângelo Gerónimo, presidente do Textáfrica, comentado o confronto com o Costa do Sol.

Teremos a oportunidade de nos redimirmos. É uma nova oportunidade de lutarmos pela vitória. Sabemos das dificuldades, mas não podemos deixar de pensar que temos condições de vencer o Costa do Sol, disse.

Em relação à preparação, este afirmou que a equipa não está a realizar uma pré-época desejável, visto que efectuou poucos jogos amigáveis. Apontou ainda para o facto de ter um treinador novo que está a procurar formar uma equipa.

Todos são iguais - João Chissano, Costa do Sol
Todos são iguais - João Chissano, Costa do Sol Maputo, Terça-Feira, 24 de Fevereiro de 2009:: Notícias

TODOS os adversários merecem o nosso respeito, tratamo-los da mesma forma. Esta é a nossa maneira de estar e é assim que pretendemos superar com muito apreço e consideração a todos.

Contra o Textáfrica jogaremos com muita determinação e concentração até porque não há vitórias teóricas, João Chissano reagindo ao sorteio que colocou os canarinhos no caminho do Textáfrica, única equipa da província de Manica no Moçambola. Na época passada o Costa do Sol venceu o Textáfrica, mas nem isso deixa João Chissano à vontade, pois este é de opinião que os jogos resolvem-se dentro do campo e não pelos resultados anteriores.

Adversário com tradição - Akil Marcelino, Ferroviário da Beira
Adversário com tradição - Akil Marcelino, Ferroviário da Beira

VAMOS enfrentar um adversário com tradição no futebol nacional, o que se torna sempre difícil. Temos que estar muito concentrados para não ser surpreendidos, Akil Marcelino, treinador do Ferroviário da Beira, que terá a dura missão de apadrinhar o regresso do Matchedje ao Moçambola.

Apesar de estar ciente de todas as dificuldades, Akil assegura que os locomotivas jogarão para ganhar, até porque o mesmo adianta que a sua equipa está num bom caminho. A intenção é ganhar. O modelo de jogo está a ser implementado e os treinos estão a decorrer muito bem, adiantou.

O VICE-PRESIDENTE do Conselho Nacional do Desporto (CND), coronel Eugénio Chongo
Faremos o nosso melhor - Eugénio Chongo, Matchedje

O QUE posso assegurar é que contra o Ferroviário da Beira faremos o nosso melhor. Não posso assumir que iremos ganhar o jogo, mas o Matchedje entrará em campo com o objectivo de conquistar os três pontos em disputa, palavras de Eugénio Chongo, presidente do Matchedje, reagindo ao primeiro duelo dos militares.

O presidente diz estar consciente de que a missão da sua equipa não será fácil, pois é de opinião que só o facto de jogar fora de casa já é por si uma desvantagem. Jogar fora é sempre muito difícil, pois teremos pela frente a equipa e o público. Portanto, as nossas responsabilidades são ainda mais acrescidas, anotou. No entanto, Eugénio Chongo afirma que a turma militar está a preparar-se para fazer uma boa prova.

Temos obrigação de ganhar - Arnaldo Salvado, Atlético Muçulmano
Temos obrigação de ganhar - Arnaldo Salvado, Atlético Muçulmano

TEMOS a obrigação de começar o campeonato a ganhar. Vamos defrontar um adversário que não tem um ritmo competitivo equiparado ao nosso e não podemos pensar noutra coisa que não seja uma vitória, reacção de Arnaldo Salvado, treinador do Atlético Muçulmano, que irá na primeira jornada apadrinhar a estreia do Ferroviário de Nacala no Moçambola.

Nem o facto de jogar fora esmorece a confiança de Arnaldo Salvado, até porque guarda boas recordações da visita à província de Nampula.

Na época passada derrotámos o Ferroviário de Nampula. E voltaremos a viajar para Nampula para jogar com o Ferroviário de Nacala e espero que se repita a história, até porque somos claramente favoritos, anotou.

TEMOS a obrigação de começar o campeonato a ganhar. Vamos defrontar um adversário que não tem um ritmo competitivo equiparado ao nosso e não podemos pensar noutra coisa que não seja uma vitória, reacção de Arnaldo Salvado, treinador do Atlético Muçulmano, que irá na primeira jornada apadrinhar a estreia do Ferroviário de Nacala no Moçambola.

Nem o facto de jogar fora esmorece a confiança de Arnaldo Salvado, até porque guarda boas recordações da visita à província de Nampula. Na época passada derrotámos o Ferroviário de Nampula. E voltaremos a viajar para Nampula para jogar com o Ferroviário de Nacala e espero que se repita a história, até porque somos claramente favoritos, anotou.

É sempre bom começar a defesa do título em casa - Paulo Camargo, Ferroviário de Maputo
É sempre bom começar a defesa do título em casa - Paulo Camargo, Ferroviário de Maputo

VAMOS começar a defender o título em casa perante um dos adversários mais difíceis como é o Ferroviário de Nampula. Será um jogo ideal para mostrarmos o nosso valor e avaliarmos mais uma vez em que condições nos encontramos, posição de Paulo Camargo, treinador do Ferroviário de Maputo, ao embate da primeira jornada ante os nampulenses.

O técnico brasileiro acrescentou que qualquer que fosse o adversário seria bem-vindo, pois, segundo o mesmo, tratou-se de um sorteio democrático.

Estávamos à espera de qualquer adversário, visto que no sorteio não se escolhe adversários. Calhou o Ferroviário de Nampula e vamos respeitá-lo como temos feito frente a todos adversários e procuraremos ganhar o jogo*, disse.

Começar frente ao campeão é honroso - Sérgio Faife, Ferroviário de Nampula
Começar frente ao campeão é honroso - Sérgio Faife, Ferroviário de Nampula

ESTREARMO-NOS frente ao campeão é, para nós, uma honra e será importante pois servirá para testarmos a nossa equipa, dado que não temos tido muitos jogos de rodagem. Será o primeiro exame a sério e é bom que seja na primeira jornada, já que podemos aproveitar o facto de o Ferroviário de Maputo não estar no seu melhor nível, disse Sérgio Faife, treinador do Ferroviário de Nampula, em reacção ao sorteio.

Todavia, afirmou estar consciente das dificuldades com que se irá debater, pois a sua equipa não tem ainda rodagem necessária. Sobre este aspecto queixou-se da falta de jogos.

Comparativamente ao Ferroviário de Maputo temos muito poucos jogos. Eles começaram a época primeiro e é natural que estejam melhor rodados. Mas o mais importante é jogarmos à vontade sem olhar para o nome do adversário, acentuou.

Respeitamos o HCB - Professor Neca, Liga Muçulmana
Respeitamos o HCB - Professor Neca, Liga Muçulmana

RESPEITAMOS o HCB do mesmo modo que temos consideração pelos outros adversários. Sabemos que é uma equipa recém-promovida à primeira divisão. De resto não há muitas informações. Mas se ascendeu ao Moçambola é porque tem qualidade e temos que estar atentos, palavras do professor Neca, treinador da Liga Muçulmana.

O técnico acrescentou que a equipa tem sensivelmente 15 dias para continuar a preparar-se para estar em condições de começar o campeonato a vencer.

Temos mais 15 dias para continuarmos a nossa preparação. As coisas ainda não estão a sair como queremos, mas acredito que até lá estaremos em melhor forma, sublinhou. O facto de jogar em casa deixou o mister português satisfeito, já que defende que intramuros as probabilidades de conquistar os três pontos são maiores.

Pode ser um bom sinal - Inocêncio Sotomane, FC Lichinga

A AVALIAR pelos últimos jogos com o Desportivo posso me considerar um homem satisfeito visto que temos conseguido conquistar pontos. Na época passada viemos a Maputo empatar e ganhámos em nossa casa. Seria bom que se repetisse o mesmo cenário, posição de Inocêncio Sotomane, presidente do FC Lichinga, ao primeiro despique do Moçambola frente ao Desportivo, uma repetição da temporada passada.

Acrescentou que pode ser um bom sinal voltar a defrontar o Desportivo na partida inaugural visto que as prestações do Lichinga têm sido boas. No entanto, este diz que a única formação do Niassa a participar no Moçambola não se pode apegar em estatísticas, já que será um jogo que terá a sua história. Não há jogos iguais, por isso temos que estar precavidos e encararmos este jogo com a maior concentração possível, disse.

Entrar para ganhar - Ozias Fumo, Ferroviário de Nacala
Entrar para ganhar - Ozias Fumo, Ferroviário de Nacala

VAMOS entrar para ganhar. Não podemos temer o Atlético Muçulmano; temos que ter confiança em nós e acreditarmos que é possível vencermos seja qual for o adversário. Se assim não for é escusado estarmos a participar no Moçambola, palavras de Ozias Fumo, treinador do Ferroviário de Nacala, crente numa boa estreia dos locomotivas de Nacala.

Ozias diz que terá que fazer um trabalho psicológico com os jogadores, já que terão que enfrentar o actual vencedor da Taça de Moçambique e vice-campeão, facto que, segundo o técnico, poderá pesar no subconsciente dos jogadores.

Tenho que fazer um grande trabalho a nível psicológico de modo a preparar a equipa para esse jogo.

A equipa é nova e não está habituada a estas andanças, então é preciso fazer-lhes acreditar que todos partem em pé de igualdade e com as mesmas chances, afirmou. O facto de jogar em casa deixa Ozias satisfeito, pois o apoio do público será determinante.

LIGA DOS CAMPEÕES - Europa em “ebulição” hoje e amanhã

HOJE e amanhã a Europa estará em efervescência pela realização dos embates da primeira mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões a nível de clubes.

Logo do   Panathinaikos
Para hoje, teremos os embates Atlético Madrid-FC Porto, Lyon-Barcelona, Arsenal-Roma, Inter de Milão-Manchester United, enquanto amanhã haverá o Sporting-Bayern de Munique, Real Madrid-Liverpool, Chelsea-Juventus, Villareal-Panathinaikos.

São todos clássicos em que para além dos jogadores em campo estarão também frente-a-frente alguns técnicos de renome como são os casos de José Mourinho (Inter de Milão) e Alex Ferguson (Manchester United).

Moçambola-2009 abre em Tete

Ministro Fernando Sumbana premiando o melhor marcador Luís (C. BILA)
O CAMPEONATO Nacional de Futebol da época 2009 conhecerá o seu pontapé de saída na cidade de Tete, no próximo dia 7 de Março, tendo como protagonistas da partida inaugural as formações do Chingale e do Maxaquene.

O sorteio da prova, havido sábado à noite, na capital do país, no decorrer da gala de estrelas promovida pela Liga Moçambicana de Futebol, colocou o campeão Ferroviário de Maputo a iniciar a defesa do título no Estádio da Machava, diante do seu homónimo de Nampula.

Numa cerimónia bastante concorrida e na qual estiveram o Ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana, e o presidente do Município de Maputo, David Simango, o momento mais espectacular e revestido de solenidade e particular atenção foi exactamente aquele que ditou o escalonamento dos jogos para as 26 jornadas do campeonato, com Chingale e Maxaquene a encontrarem-se novamente em Tete, na primeira jornada e no desafio escolhido para a inauguração do Moçambola-2009.

Para além deste embate, destaque igualmente para o facto de o Ferroviário de Maputo receber o Ferroviário de Nampula, enquanto o Costa do Sol se reencontra com o Textáfrica, desta vez em Maputo. Outros encontros são: Ferroviário da Beira-Matchedje, Liga Muçulmana-HCB do Songo, Ferroviário de Nacala-Atlético Muçulmano e Desportivo-FC Lichinga.

Entretanto, pode dizer-se que o campeonato começará praticamente com um “derby”, pois na segunda jornada teremos o Maxaquene-Ferroviário de Maputo, ao qual se juntará o encontro entre os rivais Atlético Muçulmano e Liga Muçulmana.

Do Moçambhola-2008, foram premiados o ponta-de-lança Luís, melhor marcador com 15 golos (100 mi meticais); Muhamad, guarda-redes menos batido (100 mil); Faife, jogador mais popular (50 mil); Ruben, jogador mais valioso (50 mil), Estêvão Matsinhe, árbitro mais regular (50 mil) e Ferroviário de Nampula, equipa “fair play” (50 mil).

MOÇAMBOLA-2009 - Deslumbrante noite de estrelas!

AO desfile de estrelas entrelaçou-se o sorteio do Campeonato Nacional de Futebol da época em curso. Um cocktail que acabou resultando numa noite de sábado deslumbrante, meritoriamente oferecida pela Gala do Moçambola-2009.

Luís, melhor marcador do moçambola 2008

No mesmo palco e sem quaisquer olhares de soslaio juntaram-se dirigentes governamentais, desportivos e de clubes, treinadores e jogadores de diferentes clubes que a partir do próximo dia 7 de Março serão adversários, quando se der o pontapé de saída da nossa grande prova.

Árbitros, sem o apito nem os ameaçadores cartões, jornalistas e patrocinadores da Liga Moçambicana de Futebol também foram figuras activas deste evento, que teve o condão de mobilizar tudo e todos para a mesma causa: olhos postos para um campeonato que proporcionará uma interessante e escaldante derradeira jornada, com os quatro colossos da capital do país a cruzarem-se, ou seja, Ferroviário-Desportivo e Costa do Sol-Maxaquene.

O dia reservado à Liga Moçambicana de Futebol começou com a realização da Assembleia-Geral, durante a qual os clubes aprovaram por unanimidade a gestão do Moçambola e deram o seu voto de confiança ao elenco dirigido por Alberto Simango Júnior.

É que tanto o relatório de contas, essencialmente este, dado que se trata de gerir fundos injectados por parceiros que seguramente não querem ver o seu esforço financeiro para apoiar o futebol cair em saco roto, como o de actividades foram do agrado dos associados da Liga, mesmo reconhecendo alguns constrangimentos que foram surgindo ao longo da temporada transacta.

Deste modo, para o Moçambola deste ano, que conheceu a entrada de novos clubes, nomeadamente Matchedje de Maputo, HCB de Songo e Ferroviário de Nacala, bem como de novos patrocinadores, que deste modo se juntaram à nata do futebol nacional, o desejo dos clubes aponta para uma gestão ainda melhor e que a transparência por que prima a LMF seja continuada.

No entanto, como não há bela sem senão, chamou-se a atenção para uma atitude mais profissional e isenta por parte dos árbitros, pois, como se sabe, em 2008 surgiram muitas polémicas e suspeições de corrupção, embora em nenhuma ocasião tenham sido provadas. Aliás, no final do dia tivemos um campeão nacional, o Ferroviário de Maputo, que não somente foi de uma regularidade extraordinária como também provou no terreno, de jornada em jornada, a sua superioridade em relação aos adversários.

DESFILE DE ESTRELAS

Muhamad, guarda-redes menos batido

Cada prova tem os seus melhores artistas. E as estrelas do Moçambola-2008 cintilaram na noite de sábado, no Hotel VIP, numa cerimónia testemunhada pelo Ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana – que se confessou maravilhosamente agradado por se juntar à grande família do futebol, desde que foi chamado a responder por este novo pelouro, em acumulação com o do Turismo – pelo Presidente do Conselho Municipal de Maputo, David Simango, coincidentemente, anterior titular da pasta da Juventude e Desportos, e pelos Presidentes da Federação, Faizal Sidat, e da Liga, Alberto Simango Júnior.

O desfile abriu com a entrega do prémio de 100 mil meticais ao guarda-redes menos batido, o tanzaniano Muhamad, então do Ferroviário de Nampula e agora envergando o jersey dos locomotivas da capital do país. O lateral direito Faife, que também brilhou na equipa treinada por Nacir Armando e hoje à procura do mesmo no time do brasileiro Paulo Camargo, foi o jogador mais popular, tendo sido contemplado com 50 mil meticais.

Luís, o ponta-de-lança que teve uma contribuição decisiva para a conquista do título pelo Ferroviário de Maputo, ao assinar 15 golos, foi o melhor marcador da prova, cabendo-lhe 100 mil meticais. O médio atacante Ruben, do Costa do Sol, eleito jogador mais valioso (MVP), recebeu 50 mil, o mesmo valor que coube a Estêvão Matsinhe, árbitro mais regular, e ao Ferroviário de Nampula, equipa fair play.

Faife, jogador mais popular
DEFESA DO TÍTULO INICIA NA MACHACA

Tal como era de esperar, o sorteio foi a etapa que mais atenção despertou. Notava-se algum nervosismo nos presentes, mesmo sabendo que o destino é sempre se cruzarem, seja na primeira como na última jornada.

Deste modo, quando as bolas rolaram, ao campeão Ferroviário ditou o início da defesa do título no Estádio da Machava, perante o seu homónimo de Nampula. Curioso referir que será um encontro entre uma equipa que foi buscar unidades nucleares ao seu oponente da ronda inaugural do Moçambola-2009 e uma outra que para este e outros clubes perdeu jogadores de vulto.

Na primeira jornada, realce ainda para a deslocação do Maxaquene a Tete, para defrontar o Chingale, naquilo que será a repetição do sucedido no ano passado. Este embate, aliás, acabou sendo escolhido pela Liga Moçambicana de Futebol para o epicentro do arranque da competição, numa festa do pontapé de saída em que se combinarão o desporto e a cultura, no campo do Desportivo de Tete.

Costa do Sol-Textáfrica, Ferroviário da Beira-Matchedje, Liga Muçulmana-HCB de Songo, Ferroviário de Nacala-Atlético Muçulmano e Desportivo-FC Lichinga completam a jornada.

Entretanto, no que diz respeito aos encontros entre os quatro grandes da capital do país, saliência para a derradeira ronda, que contempla os jogos Ferroviário-Desportivo e Costa do Sol-Maxaquene. Mas o primeiro cruzamento verificar-se-á logo na segunda jornada, envolvendo Maxaquene e Ferroviário. Os outros desafios são: Maxaquene-Desportivo (4ª jornada), Desportivo-Costa do Sol (9ª) e Ferroviário de Maputo-Costa do Sol (11ª).

ALEXANDRE ZANDAMELA

MOÇAMBOLA-2009 - Calendário completo

I VOLTA

imagem corporativa do moçambola
1ª JORNADA

Ferroviário de Maputo-Ferroviário de Nampula

Chingale de Tete-Maxaquene

Costa do Sol-Textáfrica

Ferroviário da Beira-Matchedje

Liga Muçulmana-HCB de Songo

Ferroviário de Nacala-Atlético Muçulmano

Desportivo-FC Lichinga

2ª JORNADA

Ferroviário de Nampula-Desportivo

Maxaquene-Ferroviário de Maputo

Textáfrica-Chingale de Tete

Matchedje-Costa do Sol

HCB de Songo-Ferroviário da Beira

Atlético Muçulmano-Liga Muçulmana

FC Lichinga-Ferroviário de Nacala

3ª JORNADA

Ferroviário de Nampula-Maxaquene

Ferroviário de Maputo-Textáfrica

Chingale de Tete-Matchedje

Costa do Sol-HCB de Songo

Ferroviário da Beira-Atlético Muçulmano

Liga Muçulmana-FC Lichinga

Desportivo-Ferroviário de Nacala

4ª JORNADA

Maxaquene-Desportivo

Textáfrica-Ferroviário de Nampula

Matchedje-Ferroviário de Maputo

HCB de Songo-Chingale de Tete

Atlético Muçulmano-Costa do Sol

FC Lichinga-Ferroviário da Beira

Ferroviário de Nacala-Liga Muçulmana

5ª JORNADA

Maxaquene-Textáfrica

Ferroviário de Nampula-Matchedje

Ferroviário de Maputo-HCB de Songo

Chingale de Tete-Atlético Muçulmano

Costa do Sol-FC Lichinga

Ferroviário da Beira-Ferroviário de Nacala

Desportivo-Liga Muçulmana

6ª JORNADA

Textáfrica-Desportivo

Matchedje-Maxaquene

HCB de Songo-Ferroviário de Nampula

Atlético Muçulmano-Ferroviário de Maputo

FC Lichinga-Chingale de Tete

Ferroviário de Nacala-Costa do Sol

Liga Muçulmana-Ferroviário da Beira

7ª JORNADA

Textáfrica-Matchedje

Maxaquene-HCB de Songo

Ferroviário de Nampula-Atlético Muçulmano

Ferroviário de Maputo-FC Lichinga

Chingale de Tete-Ferroviário de Nacala

Costa do Sol-Liga Muçulmana

Desportivo-Ferroviário da Beira

8ª JORNADA

Matchedje-Desportivo

HCB de Songo-Textáfrica

Atlético Muçulmano-Maxaquene

FC Lichinga-Ferroviário de Nampula

Ferroviário de Nacala-Ferroviário de Maputo

Liga Muçulmana-Chingale de Tete

Ferroviário da Beira-Costa do Sol

9ª JORNADA

Matchedje-HCB de Songo

Textáfrica-Atlético Muçulmano

Maxaquene-FC Lichinga

Ferroviário de Nampula-Ferroviário de Nacala

Ferroviário de Maputo-Liga Muçulmana

Chingale de Tete-Ferroviário da Beira

Desportivo-Costa do Sol

10ª JORNADA

HCB de Songo-Desportivo

Atlético Muçulmano-Matchedje

FC Lichinga-Textáfrica

Ferroviário de Nacala-Maxaquene

Liga Muçulmana-Ferroviário de Nampula

Ferroviário da Beira-Ferroviário de Maputo

Costa do Sol-Chingale de Tete

11ª JORNADA

HCB de Songo-Atlético Muçulmano

Matchedje-FC Lichinga

Textáfrica-Ferroviário de Nacala

Maxaquene-Liga Muçulmana

Ferroviário de Nampula-Ferroviário da Beira

Ferroviário de Maputo-Costa do Sol

Desportivo-Chingale de Tete

12ª JORNADA

Atlético Muçulmano-Desportivo

FC Lichinga-HCB de Songo

Ferroviário de Nacala-Matchedje

Liga Muçulmana-Textáfrica

Ferroviário da Beira-Maxaquene

Costa do Sol-Ferroviário de Nampula

Chingale de Tete-Ferroviário de Maputo

13ª JORNADA

Atlético Muçulmano-FC Lichinga

HCB de Songo-Ferroviário de Nacala

Matchedje-Liga Muçulmana

Textáfrica-Ferroviário da Beira

Maxaquene-Costa do Sol

Ferroviário de Nampula-Chingale de Tete

Desportivo-Ferroviário de Maputo

II VOLTA

14ª JORNADA

Ferroviário de Nampula-Ferroviário de Maputo

Maxaquene-Chingale de Tete

Textáfrica-Costa do Sol

Matchedje-Ferroviário da Beira

HCB de Songo-Liga Muçulmana

Atlético Muçulmano-Ferroviário de Nacala

FC Lichinga-Desportivo

15ª JORNADA

Desportivo-Ferroviário de Nampula

Ferroviário de Maputo-Maxaquene

Chingale de Tete-Textáfrica

Costa do Sol-Matchedje

Ferroviário da Beira-HCB de Songo

Liga Muçulmana-Atlético Muçulmano

Ferroviário de Nacala-FC Lichinga

16ª JORNADA

Maxaquene-Ferroviário de Nampula

Textáfrica-Ferroviário de Maputo

Matchedje-Chingale de Tete

HCB de Songo-Costa do Sol

Atlético Muçulmano-Ferroviário da Beira

FC Lichinga-Liga Muçulmana

Ferroviário de Nacala-Desportivo

17ª JORNADA

Desportivo-Maxaquene

Ferroviário de Nampula-Textáfrica

Ferroviário de Maputo-Matchedje

Chingale de Tete-HCB de Songo

Costa do Sol-Atlético Muçulmano

Ferroviário da Beira-FC Lichinga

Liga Muçulmana-Ferroviário de Nacala

18ª JORNADA

Textáfrica-Maxaquene

Matchedje-Ferroviário de Nampula

HCB de Songo-Ferroviário de Maputo

Atlético Muçulmano-Chingale de Tete

FC Lichinga-Costa do Sol

Ferroviário de Nacala-Ferroviário da Beira

Liga Muçulmana-Desportivo

19ª JORNADA

Desportivo-Textáfrica

Maxaquene-Matchedje

Ferroviário de Nampula-HCB de Songo

Ferroviário de Maputo-Atlético Muçulmano

Chingale de Tete-FC Lichinga

Costa do Sol-Ferroviário de Nacala

Ferroviário da Beira-Liga Muçulmana

20ª JORNADA

Matchedje-Textáfrica

HCB de Songo-Maxaquene

Atlético Muçulmano-Ferroviário de Nampula

FC Lichinga-Ferroviário de Maputo

Ferroviário de Nacala-Chingale de Tete

Liga Muçulmana-Costa do Sol

Ferroviário da Beira-Desportivo

21ª JORNADA

Desportivo-Matchedje

Textáfrica-HCB de Songo

Maxaquene-Atlético Muçulmano

Ferroviário de Nampula-FC Lichinga

Ferroviário de Maputo-Ferroviário de Nacala

Chingale de Tete-Liga Muçulmana

Costa do Sol-Ferroviário da Beira

22ª JORNADA

HCB de Songo-Matchedje

Atlético Muçulmano-Textáfrica

FC Lichinga-Maxaquene

Ferroviário de Nacala-Ferroviário de Nampula

Liga Muçulmana-Ferroviário de Maputo

Ferroviário da Beira-Chingale de Tete

Costa do Sol-Desportivo

23ª JORNADA

Desportivo-HCB de Songo

Matchedje-Atlético Muçulmano

Textáfrica-FC Lichinga

Maxaquene-Ferroviário de Nacala

Ferroviário de Nampula-Liga Muçulmana

Ferroviário de Maputo-Ferroviário da Beira

Chingale de Tete-Costa do Sol

24ª JORNADA

Atlético Muçulmano-HCB de Songo

FC Lichinga-Matchedje

Ferroviário de Nacala-Textáfrica

Liga Muçulmana-Maxaquene

Ferroviário da Beira-Ferroviário de Nampula

Costa do Sol-Ferroviário de Maputo

Chingale de Tete-Desportivo

25ª JORNADA

Desportivo-Atlético Muçulmano

HCB de Songo-FC Lichinga

Matchedje-Ferroviário de Nacala

Textáfrica-Liga Muçulmana

Maxaquene-Ferroviário da Beira

Ferroviário de Nampula-Costa do Sol

Ferroviário de Maputo-Chingale de Tete

26ª JORNADA

FC Lichinga-Atlético Muçulmano

Ferroviário de Nacala-HCB de Songo

Liga Muçulmana-Matchedje

Ferroviário da Beira-Textáfrica

Costa do Sol-Maxaquene

Chingale de Tete-Ferroviário de Nampula

Ferroviário de Maputo-Desportivo

TAÇA DE HONRA - Trono cada vez mais “tricolor”


O MAXAQUENE isolou-se ainda mais na liderança da Taça de Honra em Futebol, ao vencer ontem, no Estádio da Machava, o Ferroviário por 2-1, na partida mais convidativa da quarta jornada.


Os tricolores passaram a somar 10 pontos, ficando agora com mais quatro que os locomotivas, que sonhavam neste desafio assumir a liderança. Noutro embate, o Matchedje protagonizou uma das grandes surpresas da prova, ao derrotar o Desportivo por 1-0, transitandodo quinto para o quarto posto.


No desafio entre Ferroviário, e Maxaquene, a vingança serviu-se a frio. Cantoná saltou do banco aos 70 minutos e a sua entrada foi acompanhada por uma grande ovação vinda da bancada. Afinal, era a sua estreia pelos tricolores e, curiosamente, frente ao clube que o projectou para o futebol.

Diga-se que Cantoná soube agradecer os aplausos, visto que foi ele, já no período de compensação, a dar a vitória aos tricolores, fazendo o 2-1, após um excelente remate de cabeça. Este golo cheirou a vingança, a avaliar pelos gestos obscenos do atleta dirigidos ao banco do Ferroviário e aos seus adeptos, facto não perdoado pelo árbitro Mateus Infante, que imediatamente o expulsou. 

Quanto ao embate em si, o Maxaquene mostrou ser mais sólido e com um futebol melhor elaborado, daí ter desfrutado das melhores oportunidades de golo. Macamito foi o primeiro a experimentar os reflexos de Muhamad, com um remate cá do meio da rua. A resposta dos locomotivas surgiu por intermédio de Artur Manhiça, mas o controlo do jogo era dos tricolores, e essa melhor disposição acabou sendo coroada com um golo de Hélder Pelembe, que concluiu com mestria uma boa jogada de Liberty.

FICHA TÉCNICA

Árbitro: Mateus Infante, auxiliado Agostinho Pelembe e Pedro Justino. Quarto árbitro: Adolfo Chitache

MAXAQUENE Soarito; Narciso, Nito, Campira e Kiki; Mustafa (Eusébio), Macamito (Eurico), Kito (Cantoná) e Jumisse; Liberty e Hélder Pelembe (Geninho).

FERROVIÁRIO Muhamad; Butana (Hening Comé), Fred (Zabula), Faife e Tony; Dário, Tchaka, Momed Hagy e Danito Parruque; Nadjuko e Artur Manhiça (Jair).

Acção disciplinar: cartão amarelo para Narciso e Fred e vermelho para Cantoná.

Na etapa complementar, os locomotivas passaram a jogar com algum dinamismo e foram brindados com o empate. Momed Hagy iniciou e encerrou a jogada com um golo à ponta-de-lança. Porém, este tento em nada afectou o Maxaquene, que continuou a fazer o seu jogo rente à relva e de pé para pé, acabando por chegar à vitória com toda a justiça, com o golo de Cantoná já sob o apagar da luzes.

Mateus Infante realizou uma boa arbitragem.

ÁGUIA PRESA



Só quem não assistiu a vitória do Matchedje sobre o Desportivo pode pensar que foi por mero acaso. Engana-se redondamente quem assim pensar, pois os militares venceram com toda a justiça e foram a equipa mais esclarecida em campo. Os jogadores demonstram mais raça na posse da bola e lances notáveis quando faziam a transposição da defesa.

Aliás, o seu golo surge numa dessas jogadas. Depois de um lance muito bem delineado, a bola é metida para a direita, onde aparece Rogério a cruzar para Chana fazer o tento. A forma compacta com que o Matchedje jogava constratava com a falta de clarividência do Desportivo, que não conseguiu soltar-se da teia montada pelo adversário. A melhor jogada de perigo dos alvi-negros foi da autoria de Lalá, que rematou forte, mas Víctor respondeu com uma defesa de grande categoria.

De resto a vitória militar encaixa-se na perfeição.

O árbitro da partida esteve bem.

FICHA TÉCNICA

Árbitro: Abdul Gani, auxiliado por Joaquim Sambo e Roberto Martins. Quarta árbitra: Antónia Bangueiro.

DESPORTIVO Marcelino; Emídio, Mayunda, Henriques e Julinho (Isac); Lalá (Muandro), Tchitcho, César Bento e Secanhe (Zainadine Júnior); Sonito (Aníbal) e Binó (Imo).

MATCHEDJE Victor; West, Caló, Casimiro (Lírio) e Vasco; Rogério, Jacinto (Avú), Zuze (Lewis) e Edmundo (Vieira); Paíto (Jojó) e Chana.

IVO TAVARES

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

LIGAS EUROPEIAS DE FUTEBOL- Sporting mais forte

UM bis de Liedson e um golo de Derlei, a abrir o segundo tempo, embalaram o Sporting para o triunfo sobre o Benfica por 3-2. Os dois rivais somam agora 37 pontos, a quatro do FC Porto, líder da Liga Portuguesa de Futebol.

Liedson elege golos de sonho
O Sporting entrou melhor na partida, disputada no Estádio José Alvalade, e acabou mesmo por se adiantar no marcador, quando estavam decorridos 11 minutos. Um canto da esquerda viu a bola chegar a Liedson, que não se fez rogado e, da perto da quina da área, desferiu um fantástico remate de pé direito que levou a bola a entrar ao ângulo superior da baliza defendida por Moreira. O Benfica respondeu aos 25 minutos e só não chegou ao empate porque o cabeceamento de Yebda, após um livre de Reyes, fez com que o esférico acertasse no poste.

O recém-entrado Pereirinha rematou à barra à passagem do minuto 76, isto numa altura em que o maior balanceamento atacante do Benfica ia abrindo espaços na sua retaguarda. E seria mesmo Pereirinha a estar na origem do 3-1 aos 82 minutos, quando o seu excelente trabalho na direita foi culminado com um cruzamento perfeito para o excelente cabeceamento de Liedson, que não deu hipóteses a Moreira. O Benfica ainda logrou reduzir no minuto 90, por intermédio de Óscar Cardozo, mas já era demasiado tarde para os comandados de Quique Flores.

“BOMBA” DE RONALDO

Cristiano Ronaldo voltou ontem a ser decisivo para o Manchester United, que somou a décima vitória consecutiva na Premier League (2-1). O internacional português voltou a exibir os seus dotes na marcação de um livre directo (60'), com uma bomba indefensável, e garantiu a conquista dos três pontos perante um Blackburn sempre muito incómodo.

Alex Ferguson surpreendeu na equipa inicial, poupando Van der Sar e relegando Vidic para o banco dos suplentes. Ainda assim Rooney voltou a exibir os dotes goleadores dos últimos três jogos e conseguiu bater Paul Robinson à passagem dos 23', após passe de Nani. Nove minutos volvidos, Santa Cruz colocou um ponto final na inviolabilidade das redes dos “red devils” – ficaram-se pelos 1333 minutos sem sofrer golos – não dando hipóteses a Kuszczak.

Em grande esteve também Guus Hiddink, cuja estreia oficial à frente do Chelsea não podia ter corrido melhor. Os blues foram a Birmingham derrotar o Aston Villa com um golo de Anelka e conquistaram aos villans o terceiro lugar por troca, precisamente, com o adversário de ontem.

Quem continua a desiludir é o Arsenal. Arshavin estreou-se, mas a equipa de Arsène Wenger não conseguiu evitar um empate caseiro com o Sunderland. Os "gunners" estão agora a uns inatingíveis 17 pontos do líder Manchester United.

BARCELONA PERDE REAL ARRASA BÉTIS

Os últimos dois resultados Barcelona para o Campeonato Espanhol contrastam com a boa figura do Real Madrid. O “Barça” perdeu em casa, por 1-2, frente ao Espanhol, depois de na jornada anterior ter empatado a dois golos com o Bétis.

Já o Real Madrid somou a nona vitória seguida ao golear o Bétis, em casa, por 6-1. Desde a derrota com o Barcelona, no seu jogo de estreia pelos merengues no campeonato, só sabe ganhar. E se nos primeiros jogos os merengues até nem jogavam bem, nos mais recentes dão espectáculo.

De facto, como se não bastasse perder por 6-1, os sevilhanos viram o resultado ficar definido ainda na primeira parte. Logo aos sete minutos, começou o descalabro defensivo do Bétis. Raul ganhou uma bola de cabeça e Higuaín, sozinho, desfeiteou Ricardo sem dificuldades. No 2-0, o guardião português fica mal na fotografia, deixando fugir a bola para Huntelaar. O mesmo jogador bisou, na recarga a um primeiro remate seu que Ricardo desviara para a trave.

INTER SOMA E SEGUE

O Inter de Milão continua a sua caminhada rumo à conquista do "scudetto", depois de mais uma vitória, desta feita algo sofrida, em Bolonha. Um resultado que lhe permite manter a vantagem de nove pontos sobre a Juventus.

José Mourinho contou com Balotelli – o jovem avançado que ainda há pouco tempo tinha sido – para resolver a partida. As coisas começaram a correr mal aos “nerazzurri” logo no aquecimento, quando Samuel se lesionou, o que obrigou à sua substituição por Rivas no onze inicial, do qual não fez parte Stankovic.

Mas, com o resultado em branco, o técnico português acabou por chamar o jogador sérvio ao jogo após o descanso. E foi precisamente na sequência de um canto marcado por Stankovic que Cambiasso inaugurou o activo, após um passe de Adriano.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Real já tem empréstimo para contratar Ronaldo


O REAL Madrid vai avançar com uma proposta por Cristiano Ronaldo e, de acordo com a rádio espanhola Cadena SER, o Banco Santander já terá concedido um crédito de 70 milhões de euros ao blancospara que tornem esse sonho realidade.


A Cadena SER revelou, ainda, que o Manchester United se comprometeu a deixar partir o jogador em Junho de 2009, num acordo feito em Lisboa, durante as férias do português em Agosto de 2008.


Por ocasião desse acordo, Ronaldo terá exigido, também, um compromisso por escrito do treinador Alex Ferguson, de modo a que este o deixe sair para o Real já na próxima época.

Recorde-se que o namorodos merengues com Cristiano Ronaldo já fez correr rios de tinta na última época, ao ponto de ser um dos grandes protagonistas do último verão.

Na altura, o português revelou que gostaria de jogar no Real mas nunca houve acordo entre os dois clubes. Depois disso, o melhor jogador do mundo para a FIFA já veio desmentir dirigentes meringues e reafirmar que se sente muito bem no Manchester.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

MUNDIALDE HÓQUEI EM PATINS NA ESPANHA - Respirar hóquei diariamente - Carmelo Paniagua, presidente do Comité Organizador


A ORGANIZAÇÃO do Mundial de Espanha de 2009 prepara um completo programa que contempla a celebração de um torneio internacional para as categorias inferiores, a ser disputado numa zona, espécie de uma vila e um espaço de restauração, com o objectivo de dotar as sedes e suas instalações de um intenso e acolhedor ambiente para que se respire hóquei em patins 24 horas por dia.


Carmelo Paniagua, presidente do Comité Organizador do Mundial de Espanha de 2009, declarou que Vigo respira hóquei, este acontecimento vai ser um êxito para este desporto e para a cidade. Com o Campeonato da Europa e o Mundial estamos dando um exemplo internacional de como deve ser o futuro de hóquei em patins.

Enrique Urdiales, um dos máximos representantes do comité organizador, explicou que este Mundial será algo insólito. Será um hino ao hóquei. Queremos oferecer algo de novo. Sabemos que é uma aposta arriscada, mas queremos um cenário específico para o hóquei em patins.

A organização confirmou o argentino Carlos Gil, que conta com uma dilatada trajectória no mundo do hóquei em patins em Espanha, como grande reforço para liderar distintas parcelas de âmbito organizativo e de gestão do Campeonato.

Trata-se de um projecto ambicioso, contamos com um grupo com experiência profissional e temos a sorte de ter muita gente a apoiar. A tradição do hóquei na Galiza é também um factor importante e temos que dar valor ao potencial deste desporto.

Cricket: Marylebone de Londres chegou, viu e venceu



A MARYLEBONE Cricket Club da Inglaterra (MCC) ganhou tudo e deu algumas lições de como se pratica a modalidade durante os 10 dias que esteve em Maputo para intercâmbios com as diversas selecções nacionais inseridos na comemorações do 100º aniversário da Federação Internacional da modalidade (ICC).


Os ingleses começaram por derrotar a equipa do Rio Matola, uma das melhores da Liga Nacional de Cricket, na estreia, por 73-72 pontos, no Campo da Cometal Mometal. Este foi o único adversário de respeito que tiveram pela frente antes de entrarem numa onda esmagadora em que ninguém escapou, incluindo a própria Selecção Nacional, que perdeu por 139-104 pontos.


De seguida, a MCC obteve o resultado mais expressivo diante da selecção de sub-19, na última terça-feira, no Parque dos Continuadores, fixando a vantagem de 165 pontos. Os ingleses ganharam por 240-75 e abriram o ciclo de vitórias esmagadoras, pois voltaram a arrasar a selecção de escolas, que envolve atletas de sub-17 a sub-15, por 187-87 pontos, isto na sexta-feira.

Os ingleses fecharam o ciclo vitorioso no último fim-de-semana, em que tiveram pela frentes equipas mistas constituídas por jogadores nacionais e sul-africanos, mais alguns dirigentes da Associação Moçambicana de Cricket (AMC). 

No primeiro encontro, realizado sábado, derrotaram o misto por 196-98 para no segundo, que teve lugar no dia seguinte, ganharem por 160-78. Estes jogos tiveram também lugar no Parque dos Continuadores.

A equipa inglesa, que é tida como uma das melhores da Inglaterra, seguiu viagem de regresso na manhã de ontem, depois de ter igualmente feito vários intercâmbios de âmbito social junto das escolas de cricket criadas a nível da cidade de Maputo. Realizou alguns workshops com dirigentes da modalidade e com a comissão de árbitros.

FMF projecta "zonais" entre selecções provinciais



A FEDERAÇÃO Moçambicana de Futebol (FMF) projectou torneios zonais envolvendo as selecções provinciais de Sub-20 e 17 a partir de Abril próximo para a observação de talentos que constituirão os futuros combinados nacionais das categorias, mais conhecidos por Mambinhas.


O vice-presidente para a Alta/Competiçao na FMF, António Chambal, sublinhou que esta é uma estratégia encontrada visando manter estes escalões em actividade durante todo o ano, por forma a assegurar a sustentabilidade das selecções de Sub-20 e 17, sobretudo neste momento em que terão um envolvimento muito limitado a nível de competições internacionais, após a queda precoce nas fases de qualificação para os Campeonatos Africanos das Nações (CAN) deste ano. 



A FMF está a articular com as associações provinciais para que os torneios em perspectiva tenham lugar em Pemba, Quelimane e Xai-Xai, respectivamente nas zonas norte, centro e sul. A final terá lugar em Outubro ou Novembro num local a indicar. A FMF pretende fazer o mesmo em relação aos Sub-20, mudando apenas de sedes das zonais. 

Chambal salientou adiante que os custos para a organização das provas será da responsabilidade das associações.

SUB-20 NOS TORNEIOS DA CPLP EM LISBOA E BRASIL 

A selecção de Sub-20 ainda safa-se porque participará em duas competições de vulto, nomeadamente a participação no Torneio da CPLP em Lisboa, em Junho, no âmbito do movimento para as Olimpíadas de 2012, em Londres.

Os Sub-20 vão estagiar duas semanas na Alemanha antes de partirem para este torneio, isto no âmbito do acordo com a federação alemã. 

Os Sub-20 estão a ser projectados para este torneio atendendo que maior parte dos jogadores que neste momento fazem parte da equipa subirão de escalão, passando a constituir a selecção de Sub-23, ou seja Olímpica. Os Sub-23 disputarão ainda o Torneio da CPLP no Brasil, entre Junho e Julho, que é uma iniciativa daquele país latino-americano, para em Dezembro participarem no Torneio da COSAFA, na vizinha África do Sul.

Enquanto isso, a selecção de Sub-17 aguardará apenas pelo Torneio da COSAFA, que se realizará num lugar ainda por indicar. Este será o pior ano para esta selecção, pois a sua rodagem vai depender muito dos convites que surgirem, dada a falta de capacidade da própria FMF de promover jogos amigáveis envolvendo as selecções nacionais. 


De salientar que o próximo CAN de Sub-17 terá lugar na Argélia, em Março que se aproxima. Os CAN de Sub-20 teve, por seu turno, lugar em Janeiro último, em Luanda, e foi ganho pelo Gana, que bateu Camarões por 2-0, na final.


CHABABE E JOSÉ AUGUSTO À FRENTE DOS "MAMBINHAS"

Entretanto, Chababe Amade Chababe continua como aposta da FMF no comando dos Mambinhase será auxiliado por José Augusto, assim como aconteceu nalguns jogos envolvendo as selecções de Sub-20 e 17 no ano passado.

A FMF continua à procura de um treinador estrangeiro de campo. Uma vez encontrado, Chababe passará a assumir o cargo de seleccionador nestes escalões de formação

Taça UEFA está de volta


AS atenções voltam-se hoje e amanhã para o regresso das competições europeias, com o arranque da primeira mão dos dezasseis-avos-de-final da Taça UEFA, onde o Sporting de Braga, a única equipa portuguesa ainda em prova, defronta o R. Standard de Liège.


É de salientar ainda as partidas entre o Zenit, detentor do título, e o Estugarda; Werder Bremen - AC de Milão e 
Fiorentina Ajax, sendo que este último realiza-se amanhã.


O REGRESSO DO ZENIT

Para vários conjuntos, estas eliminatórias a duas mãos constituem os primeiros jogos oficiais do ano, mas tal não impediu o Zenit St. Petersburg de, na época passada, ter chegado à final e vencido o seu primeiro troféu da UEFA.

Após ter terminado a participação na Liga dos Campeões, ao ficar em terceiro no Grupo H. O Zenit está de volta para defender o título, mas, como há 12 meses, quando se superiorizou ao Villarreal através de golos marcados fora de casa, a equipa russa defrontará o novo adversário complicado, o Estugarda.

A AMEAÇA DO MILAN

O Estugarda é uma das quatro equipas alemãs ainda em prova e, enquanto Hamburgo e Wolfsburg terminaram os respectivos grupos na primeira posição, originando deslocações na primeira mão aos terrenos do NEC Nijmegen e do Paris Saint-Germain, o Werder Bremen defronta o AC Milan depois de ter transitado da Champions League.

Esta competição europeia de clubes é a única que falta ao palmarés dos rossoneri e, com uma equipa recheada de estrelas, incluindo Paolo Maldini, Andrea Pirlo, David Beckham, Kaká, Ronaldinho, Andriy Shevchenko, Alexandre Pato e Clarence Seedorf, os milaneses estão apostados em conquistar o troféu.

CSKA ESCOLHE ZICO

Outros encontros em destaque são os que opõem a Fiorentina ao quatro vezes campeão europeu Ajax ou o duelo entre especialistas em taças internas, Shakhtar Donetsk e Tottenham, que se encontram na Ucrânia num dos cinco jogos agendados para amanhã.

Várias equipas do mesmo país poderão encontrar-se nos oitavos-de-final e o Tottenham é precisamente uma delas, embora somente se levar a melhor sobre o Shakhtar e o Aston Villa se superiorizar ao CSKA de Moscovo, vencedor da prova em 2004/05 e que, no Inverno, escolheu o brasileiro Zico como o novo treinador da equipa.

POSSÍVEL DUELO UCRANIANO

Ao passo que as equipas inglesas já se encontraram por duas vezes na Taça UEFA, os conjuntos ucranianos jamais se enfrentaram nas provas europeias. Isso, no entanto, poderá mudar esta época, caso Dínamo de Kiev e Metalist Kharkiv passem à fase seguinte. Antes, porém, terão de eliminar respectivamente o Valência e a Sampdória.

REPRESENTAÇÃO DINAMARQUESA

Pela primeira vez em cinco anos, o campeonato da Dinamarca terá dois representantes em prova após a pausa invernal Aalborg e København , enquanto o Bordéus e o Galatasaray defrontar-se-ão pela quarta vez em três épocas, num duelo em que o conjunto turco espera alcançar o primeiro triunfo sobre o anfitrião francês.

JOGOS DE HOJE

Dínamo de Kiev - Valência

Zenit - Estugarda

Olimpiacos - St Etienne

Aston Villa - CSKA de Moscovo

Werder Bremen - AC Milan

Sampdória - Metalist

NEC -Hamburg

PSG - Wolfsburg

Bordéus - Galatasaray

AaB - Deportivo

Braga - Standard

JOGOS DE AMANHÃ

Lech - Udinese

Shakhtar - Tottenham

København - Man. City

Marselha - Twente

Fiorentina - Ajax

Futebol em Nampula: Desportivo de Nacala lidera Abertura


O DESPORTIVO de Nacala e o Ferroviário de Nampula lideram o Torneio de Abertura de Futebol de Nampula ambos com seis pontos, após a realização da segunda jornada, numa prova que é disputada por dez equipas em representação das cidades de Nampula, Nacala-Porto, Ilha de Moçambique e vila de Monapo.



Nos jogos realizados no passado fim-de-semana o actual líder da prova, treinado por Nana, antigo jogador do Costa do Sol, venceu na marcação de grandes penalidades o Benfica de Nampula, sob batuta de Abdul Hanane, após empate a zero golo no tempo regulamentar.

Noutra partida, o Ferroviário de Nampula, treinado por Sérgio Faife, foi a Monapo vencer o Benfica local por três bolas sem concorrência, enquanto a partida entre o Sporting de Nampula e Ferroviário de Nacala, este último treinado por Ozias Fumo, não chegou ao fim por motivos de falta de visibilidade no campo, numa altura em que se procedia à marcação da série de grandes penalidades, depois do empate a um golo no tempo regulamentar.

Importa referir que esta prova é disputada no sistema de eliminatórias em duas mãos, daí que a equipa do Benfica de Nampula já está fora do evento, depois de ter perdido com o Desportivo por duas vezes, a primeira em Nacala, por 2-0, e a segunda em Nampula, por 4-3.

Esta prova é disputada pelas equipas do Ferroviário, Sporting, Casa Issufo, Benfica, Tanzamoza, todas da cidade de Nampula; Ferroviário e Desportivo, ambas de Nacala, Benfica e Sporting de Monapo e Futebol Clube da Ilha de Moçambique.

Desporto motorizado na cidade Maputo: Directores de prova mais actualizados


OS directores de prova e comissários de pista do Automóvel Touring Clube de Moçambique (ATCM) estão mais actualizados em matéria de gestão e controlo de competições do desporto motorizado, depois que foram há dias submetidos a mais um curso sobre a matéria na vizinha África do Sul, concretamente em Miderand, na cidade de Joanesburgo, onde está situada a pista de Fórmula 1 de Kyalami.


Para o curso, o ATCM fez deslocar sete directores de prova e 14 comissários, alguns dos quais exercem estas actividades há mais de 10 anos. Enquanto os directores de prova aperfeiçoavam o domínio sobre a gestão de competições, os comissários foram submetidos ao curso para dirigirem postos de delegados de pista, cuja responsabilidade é de controlar as pistas durante as provas. 


De referir que o último curso de directores de prova e comissários de pista teve lugar em 2007. O primeiro realizou-se em 1991, do qual saíram alguns dos melhores gestores de provas da agremiação, casos de Paulo Gumende e Marino Somá.

O presidente do ATCM, António Marques, salientou que a capacitação dos directores de prova e comissários de pista tem em vista fazer face às responsabilidades que vão se acrescendo com o desenvolvimento das actividades do clube, que resulta da reabilitação das pista principal (de automóveis) e a construção de pistas de karts e de motocross.

MOTOCROSS REAPARECE

A presente época do desporto motorizado ao nível da cidade de Maputo, que abre a 8 de Março, com o início da I Prova do Campeonato de Karts, traz algumas novidades de vulto, nomeadamente o reaparecimento do motocross, que não se realiza há sensivelmente 12 anos.

O relançamento do motocross resulta da construção de uma pista de raiz para este desporto, no âmbito da reabilitação do autódromo do ATCM. Paralelamente a esta prova, que se realizará a partir de 29 de Março até 3 de Outubro, destacam-se o Quads prova de motas de quatro rodas e o Triangular Séries, de karts.

Esta última prova, que será organizada pela Motor Sports da África do Sul e o ATCM, escalará as pistas sul-africanas de Durban e Zwardkosina, em Agosto e Setembro, respectivamente, antes de chegar a kartódromo do ATCM, em Dezembro. 

Será o evento internacional mais importante, uma vez que participarão nele pilotos de países da região austral, e que apurará uma espécie de campeão regional. Das provas previstas internamente destaca-se igualmente a Taça Moçambique de karts, que terá lugar entre Abril e Junho.

Eto'o ascende ao topo dos goleadores da Europa


SAMUEL Eto'o marcou dois golos no fim-de-semana e assumiu a liderança da Bota de Ouro, mas no próximo sábado recomeça o campeonato austríaco e Marc Janko, do Salzburg, certamente que pretenderá destronar o atacante do Barcelona e recuperar o estatuto de melhor marcador da Europa.


Eto'o chegou aos 23 golos nesta época no último sábado, tendo sido decisivo para os líderes da Liga Espanhola regressarem com um ponto de Sevilha, no empate a dois tentos ante o Real Betis Balompié. 


O avançado Janko, de 25 anos, e que não joga desde 6 de Dezembro devido à pausa de Inverno na Áustria, tem apenas menos um ponto e certamente pretende saciar a fome de golos no sábado, quando o líder do campeonato receber o SK Rapid Viena, segundo classificado, depois de ter terminado o ano de 2009 com a impressionante marca de 20 golos em apenas nove jogos da Bundesliga austríaca.

Marco Di Vaio está agora empatado com Lionel Messi no quinto lugar, isto após ter marcado pelo Bologna no empate ante o Nápoles, enquanto seis jogadores partilham o sexto posto. 

André-Pierre Gignac e Diego Forlán marcaram no fim-de-semana, enquanto Patrick Helmes bisou pelo Bayer Leverkusen em casa do TSG 1899 Hoffenheim e também entrou na luta pelos lugares cimeiros.

LISTA DOS DEZ GOLEADORES

1º Samuel Eto'o - Barcelona 23 golos (46 pontos), 2º Marc Janko - FC Salzburg - 30 golos (45 pontos), 3º Vedad Ibisevic - TSG 1899 Hoffenheim - 18 golos (36 pontos), 4 º David Villa Valência - 18 golos (36 pontos), 5º Lionel Messi Barcelona - 16 golos (32 pontos); 6º Marco Di Vaio Bologna - 16 golos (32 pontos); 7º Diego Forlán - Atlético de Madrid 15 golos (30 pontos); 8º Diego Milito - Genova 15 golos (30 pontos); 9º Patrick Helmes - Bayer 04 Leverkusen 15 golos (30 pontos) e 10º André-Pierre Gignac Toulouse 15 golos (30 pontos).

Árbitro fica KO ao ser atingido por “bomba”


QUANDO um árbitro é protagonista de um jogo, isso nunca é bom sinal. Seja em que circunstância for. Massimiliano Saccani é a prova disso mesmo


O árbitro italiano assumiu grande protagonismo no jogo entre a Lazio e o Torino, não por uma decisão polémica, mas pelo facto de ter sido literalmente derrubado por um remate, escreve na sua edição de ontem o jornal ONLINE português Maisfutebol.


O autor da bomba foi o sérvio Aleksandar Kolarov, que procurava dar o empate à sua equipa, com um remate fortíssimo de pé esquerdo, lançado de fora da área.

Saccani fez de defesa do Torino e cortou o remate, mas também ficou por terra. Não era para menos, como poderá ver pelas imagens. A Lazio lá acabou por empatar o encontro, e Saccani ganhou um protagonismo que, por certo, dispensaria.

Mourinho é um modelo e Barça a melhor equipa - segundo Maradona


ORA aí está mais um motivo de orgulho para José Mourinho. O português foi ontem citado por aquele que muitos dizem ser melhor jogador de sempre como um dos treinadores-modelo. Numa lista muito restrita, aliás. «Na actualidade tenho como bandeiras Mourinho e Guardiola, este último pelo bom trabalho feito com pouca experiência.»


Maradona falava em conferência de Imprensa, projectando o amigável com a França, e respondia à questão sobre que treinadores o marcaram. «Cada treinador tem uma forma de trabalhar segundo os jogadores que tem e eu tenho a minha. Mas reconheço que aprendi muito com Menotti e Bilardo. Na actualidade gosto de Mourinho e de Guardiola», referiu.


As escolhas do argentino não ficaram por aqui. Diz ele que o Barcelona é nesta altura a melhor equipa do mundo. Mais do que isso, considera mesmo que a formação catalã lidera com bastante vantagem a lista de equipas mais sedutoras. «Indubitavelmente, o Barça é a melhor equipa que vi jogar nos últimos tempos», disse Maradona.

«Logo atrás vem um pelotão de equipas como o Manchester United, o Inter, o Liverpool, o Real Madrid... Mas o Barcelona mostrou que consegue ter um pouco de vantagem sobre elas todas», acrescentou o astro, ele próprio um antigo atleta do clube catalão que representou no início da carreira na Europa, antes de ir para o Nápoles.

CRISTIANO RONALDO, MESSI E RONALDINHO SÃO MÁGICOS 

Por fim falou-se também de Messi. Maradona repetiu que o argentino é o melhor do mundo e que só votou em Cristiano Ronaldo porque não podia votar no compatriota. Mas acrescentou que o português também é mágico. «Cristiano Ronaldo, Messi e Ronaldinho são os jogadores para quem olho, são os que dão alegria às pessoas.»

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Grande noite de estrelas na gala do Moçambola


QUANDO celeremente se aproxima o ansiosamente aguardado momento da verdadeira festa do futebol nacional, o Moçambola-2009, cujo início está programado para 7 de Março, com as peripécias do jogo da bola a percorrerem o país de lés-a-lés, a noite do próximo sábado está reservada às estrelas que mais cintilaram no decurso da prova do ano transacto, numa cerimónia em que a sua consagração constituirá o ponto mais alto da gala promovida pela Liga Moçambicana da modalidade (LMF).


Paralelamente, e tendo em conta o campeonato deste ano, a ocasião servirá, também, para a realização do sorteio, altura em que os 14 clubes conhecerão os seus adversários na maratona de 26 jornadas que se prolongará até ao mês de Outubro.

Se a manhã de sábado está reservada ao frente-a-frente entre os clubes e a Direcção da Liga, encabeçada por Alberto Simango Júnior, com a discussão a gravitar em torno da acta da assembleia-geral passada, relatório e contas de 2008 e plano de actividades e orçamento para este ano, já o período da noite, no Hotel VIP Maputo, será aquele que irrefutavelmente prenderá as atenções dos amantes do futebol, pois, para além do desfile dos artistas que mais se destacaram no campeonato anterior, o sorteio criará, naturalmente, incomensuráveis expectativas.

Na parada de estrelas, o maior destaque irá recair sobre o Ferroviário de Nampula, uma formação que realizou um campeonato atípico, se tivermos em linha de conta que, por exemplo, atravessou alguma temporada no comando, nomeadamente na primeira volta, para depois conhecer um baque extraordinário, tendo chegado, inclusive, a somar incríveis derrotas consecutivas. Pois, a turma treinada em 2008 por Nacir Armando e que este ano tem à cabeça Sérgio Faife Matsolo, foi considerada equipa fair play, ou mais disciplinada, com menos cartões amarelos e vermelhos.

Em relação aos seus atletas, dois subirão ao palco da consagração. Trata-se do keeper tanzaniano Muhamad, guarda-redes menos batido, e do lateral direito Faife, cotado como o jogador mais popular. Coincidentemente e mercê, aliás, da sua magnífica carreira no ano passado ambos os futebolistas já não envergam a camisola dos locomotivas da capital nortenha, ao se transferirem para o Ferroviário de Maputo.

Nesta gala, o campeão nacional terá um jogador premiado: o ponta-de-lança Luís, melhor marcador, enquanto o vencedor do Moçambola anterior, o Costa do Sol, tem em Ruben o jogador mais valioso.

Estêvão Matsinhe, um juiz franzino e que praticamente não dá muito nas vistas, receberá o prémio de árbitro mais regular, tendo superado eminências como Mateus Infante, António Massango, Arão Júnior e Justino Faduco.

Com uma componente cultural a animar a festa, a gala reunirá muitas figuras ligadas ao futebol, entre dirigentes governamentais, da federação, da liga, dos clubes, jogadores, árbitros e jornalistas. Leia mais no DESPORTO

Vem aí a grande maratona do Moçambola


COM toda a expectativa e pergaminhos que lhe são peculiares, vem aí a grande maratona do Campeonato Nacional de Futebol! Sábado, os 14 clubes participantes ficarão a saber com quem jogarão nesta e naquela jornada, num total de 26 rondas, ao fim das quais teremos o rei da modalidade no nosso país


O Moçambola-2009 contará com três novos ingressos, designadamente do Ferroviário de Nacala, em representação na Zona Norte, HCB do Songo, Centro, e Matchedje, Sul.



Estas três formações, que entram com todo o vigor e para já anunciando que não serão bombos da festa, foram buscar treinadores renomados na praça, senão vejamos: Ozias Fumo, aliás, o obreiro da subida dos locomotivas da cidade portuária de Nampula, Mussá Osman, campeão nacional em título, e Nacir Armando, com um notável trabalho por onde passou. 

Primodivisionários mantêm-se Ferroviário de Maputo, este ano treinador por Paulo Camargo (brasileiro), Atlético Muçulmano, Arnaldo Salvado, Ferroviário da Beira, Akil Marcelino, Liga Muçulmana, Neca (português), Costa do Sol, João Chissano, FC Lichinga, Awantu Christophen (camaronês), Ferroviário de Nampula, Faife, Maxaquene, Litos (português), Desportivo, Artur Semedo, Chingale, Zé Maria, e Textáfrica, Alex Alves (brasileiro)

Torneio de Especialistas: Golfinhos novamente em destaque


O CLUBE Golfinhos de Maputo voltou a evidenciar-se, desta feita no Torneio de Especialistas de Natação, que decorreu no último fim-de-semana, na piscina Raimundo Franisse, na capital do país.



O campeão nacional de Verão esteve 17 vezes em evidência nas diversas especialidades, das quais 10 em masculinos.

O Golfinhos sobrepôs-se mais uma vez ao seu principal rival, o Ferroviário de Maputo, que foi 13 vezes ao pódio, das quais oito em masculinos.

Enquanto isso, o Desportivo esteve no encalço dos locomotivasdadores no pódio, metade em masculinos, e demonstrou que é individualmente mais forte que o Tubarões, que apareceu pela primeira vez a fazer-lhe frente no último Campeonato de Verão da Cidade de Maputo, em que afastou os lvi-negros seu tradicional terceiro lugar, isto na classificação final.

Aliás, o Tubarões, que nesta prova esteve seis vezes no pódio, das quais quatro em masculinos, conseguiu a melhor prestação que o Desportivo noNacional Verão, tendo ocupado o quarto lugar à frente dosalvi-negros&que foram penúltimo classificados.

Para tornar especialista, cada nadador teve que se destacar em três provas agrupadas, excepto nos escalões de pré-inciados e iniciados onde, nalgumas especialidades, os atletas foram submetidos a duas provas para o apuramento dos respectivos especialistas.

Por exemplo, um nadador de júnior só podia disputar o título de especialidades de estilos nadando as distâncias de 100, 200 e 400 metros estilos.

De salientar que os vencedores foram premiados com medalhas de ouro, prata e bronze, respectivamente os primeiros três classificados de cada escalão e de cada prova.

Liga Muçulmana fortalecida


O TREINO de ontem da Liga Muçulmana ficou marcado pela aparição de três dos grandes reforços para a presente época. Trata-se dos moçambicanos Maurício (ex-Golden Arrows) e Micas (ex-Desportivo) e do zimbabweano Edward Sadomba (ex-Dynamos FC), o grande reforço proveniente do estrangeiro.


Foi um dia especial para os técnicos, que têm agora mais soluções e as atenções na sessão matinal de ontem estiveram indubitavelmente viradas para o trio.


Maurício e Micas, que estavam lesionados, ambos com entorse no tornozelo, regressaram aos treinos após duas semanas de paragem e passam assim a ser fortes candidatos a ocuparem um lugar na frente de ataque dos muçulmanos que anda muito débil neste princípio de época. Sublinhe-se que estes jogadores alinharam pelo Desportivo em 2006 e reencontram-se este ano na Liga.

Sadomba, um ponta-de-lança de grandes qualidades, já no treino de ontem mostrou a sua veia goleadora, apontando alguns tentos de belo efeito.

Edward Sadomba, que chegou ao país no sábado, será o grande eleito para o próximo desafio da Liga Muçulmana frente ao Costa do Sol, já na próxima quinta-feira, pontuável para a Taça de Honra. Os muçulmanos têm vindo a desiludir nesta prova, algo que, conforme disse o técnico português, o professor Neca, não preocupa o team até porque o período é de acertar o modelo de jogo com vista ao Moçambola.

Mas, se Sadomba poderá ser chamado para o jogo ante os canarinhos, o mesmo já não se pode dizer em relação a Micas e Maurício, se se atender que só ontem começaram a treinar com bola.

Refira-se que este trio tem características ofensivas, sendo que Micas é médio direito, enquanto Maurício e Sadomba são avançados.

PONTSHO JÁ NÃO VEM 

O avançado esquerdo do Botswana Pontsho Moloi já não vai representar a Liga Muçulmana. Problemas pessoais levaram-no a mudar de ideias e a continuar assim a representar o Mochudi Chiefs do seu país.

Pontsho Moloi, de 27 anos de idade, tinha tudo acertado para representar os muçulmanos nas próximas três épocas. A direcção e equipa técnica deverão agora procurar um substituto para colmatar este inesperado revês.

APONTAMENTO - Vergonhoso!


NÃO há e nem deve haver justificação para tamanha vergonha. O futebol nacional está trajado de preto desde domingo, não porque tenha morrido um atleta, dirigente, treinador ou outra pessoa auxiliar.


Mas sim porque as equipas moçambicanas do Ferroviário e Atlético Muçulmano mancharam as cores da Bandeira Nacional nas Afrotaças, onde tinham a missão de nos representar a todos nós.


A avaliar pelos resultados nesta pré-eliminatória, não se compreende que as equipas moçambicanas tenham sido afastadas prematuramente destas competições continentais. O Ferroviário no acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes

Campeões de África e o Atlético na Taça CAF.

Não se compreende e nem cabe na cabeça de ninguém que as nossas equipas tenham ficado pelo caminho e de que maneira? De forma bastante horripilante, humilhante e desprestigiante.

Não compreendo até hoje como é que o Atlético foi eliminado por uma equipa da Suazilândia, que a priori era tida como das mais fracas desta fase, ainda por cima por humilhantes 5-2, no agregado das duas mãos e com o 5-1 no embate de domingo, da segunda mão. Quem é o culpado deste afastamento?

Já antes, no sábado, o Ferroviário, campeão nacional, que havia ganho também em casa, por 2-1, foi a Uganda colocar a nu as suas fragilidades, perdendo frente ao Kampala City, por 2-0. Um afastamento que deixou os moçambicanos com uma lágrima no canto do olho e que não será tão cedo esquecido.

Estes maus resultados vão, até certo ponto, manchar a boa imagem dos Mambas no continente, onde com muita dedicação estão entre as 20 melhores selecções de África.

Temos que encontrar explicações para este fenómeno pouco usual entre nós, partindo de alguns pressupostos fundamentais:

1- O nível de preparação das nossas equipas para as Afrotaças com enfoque para o regime da época desportiva ora vigente.

2- A qualidade dos nossos atletas e o investimento que é feito no nosso futebol.

3- A veracidade dos resultados internos com que as nossas equipas se qualificam para as Afrotaças.4- O nível de organização do clube desde a direcção até ao balneário.

GIL CARVALHO

AFROTAÇAS - SuperSport de Dominguez em alta


O SUPERSPORT United da África do Sul, onde alinha o internacional moçambicano Dominguez, venceu o Curepipe Starlight das Ilhas Maurícias por 5-2 em casa deste, domingo à tarde, em jogo da segunda mão de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos disputado no estádio George V.

Ao intervalo, as duas equipas estavam empatadas (2-2).


Com esta vitória, o SuperSport United qualificou-se para a segunda fase das eliminatórias da Liga dos Campeões Africanos, visto que tinha ganho também o jogo da primeira mão, por 3-0, há 15 dias na África do Sul.


Contrariamente às equipas moçambicanas, nomeadamente Ferroviário de Maputo e Atlético Muçulmano, que foram afastadas precocemente das afrotaças, os conjuntos angolanos do 1º de Agosto e Petro de Luanda qualificaram-se para a fase seguinte de acesso à liga dos clubes campeões e Taça CAF, respectivamente.

O 1º de Agosto venceu o Cara do Congo, em Brazzaville, por 2-1, em desafio da segunda mão das preliminares. Alberto marcou um dos tentos da formação angolana, enquanto o segundo golo foi apontado por um defesa do Cara na sua própria baliza.

No primeiro encontro, disputado no passado dia 31 de Janeiro no estádio da Cidadela, em Luanda, os "militares" haviam ganho, por 5-2, perfazendo assim 7-3 no cômputo das duas "mãos".

Com este triunfo, o grupo liderado pelo ucraniano Viktor Bondarenko vai defrontar nos dezasseis-avos de final o Canon de Yaounde, dos Camarões, que afastou o Inter Star do Burundi. 

Enquanto isso, o Petro Atlético de Luanda, outro representante angolano nesta competição, vai jogar com o TP Mazembe da RD Congo, depois de eliminar o Royal Leopards da Suazilândia.

Nas duas mãos, saliente-se, os comandados do português Bernardino Pedroto triunfaram por 6-0, sendo três em cada confronto.

As formações do Zimbabwe seguem também a cem por cento nas Afrotaças depois do Monomotapa e do Caps United, outros representantes da zona austral, terem transitado para a próxima eliminatória na Liga dos Campeões Africanos e Taça CAF, respectivamente.

O Monomotapa, campeão zimbabweano, venceu o Miembeni de Zanzibar, por 2-0, anulando assim a desvantagem de 2-1 que trazia do jogo da primeira mão, enquanto o Caps United ganhou ao Victors FC do Uganda, por 1-0. No primeiro embate a equipa zimbabweana havia triunfado, por 2-0.

Entre as equipas da zona austral, nota de destaque ainda para o Zesco United da Zâmbia, que eliminou o Mathare do Quénia de forma convincente da Liga dos Campeões. Os zambianos venceram, por 2-0, após terem ganho fora no primeiro desafio, por 3-1. 

Mas nem tudo foi um mar de rosas para as formações da zona austral, a de Moçambique, já que o Prisons da Tanzania perdeu frente o Khalij Sert da Líbia, por 4-0.

RESULTADOS

LIGA DOS CAMPEÕES (2ª mão)

Zesco United (ZAM) 2-0 Mathare Utd (KEN), qualificado Zesco

Ports Authority (S. LEOA) 0-1 AS Douanes (SEN), qualificado AS Douanes

Elect Sport (CHA) 0-0 Kano Pillars FC (NGR), qualificado Kano Pillars

KCC (UGA) 2-0 Ferroviário (MOÇ), qualificado KCC

SC Praia (C. VERDE) 1-0 AS FAR (MAR), qualificado AS FAR

Monomotapa (ZIM) 2-0 Miembeni (ZANZIBAR), qualificado Monomotapa

TAÇA CAF (2ª mão)

Caps United (Zim) 1 - 0 Victors FC (Uga), apurado Caps United

SO Armée (C. Marfim) 2-1 Mighty Barolle (S. Leoa), apurado SO Armeé

APR (Ruanda) 1-0 Gor Mahia (Quénia), apurado APR

ASV Vacoas Phoenix (Maur) 1-0 AS Adema (Madag), apurado ASV Vacoas Phoenix

Diaraf (Sen) 1-1 US Ouagadougou (B. Faso), apurado US Ougadougou

ASC Yakaar (Senl) 1-0 Benfica (G.Bissau), apurado ASC Yakaar~

Vital'O (Buri) 1-0 Tourbillon (Chade), apurado Tourbilon~

Malanti Chiefs (Suaz) 5-1 Atlético Muçulmano (Moç), apurado Malanti

Ahly Benghazi (Líbia) 3-2 Hay El Arab (Sudão), apurado Ahly Benghazi

Club 57 Tourbillon (Chade) 1-1 OC Bukavu Dawa (RDCongo), apurado Bukavu Dawa

Khalij Sert (Líbia) 4-0 Prisons (Tanzania), apurado: Khalij Sert